LIÇÃO 101 do Livro de Exercícios de “Um Curso em Milagres” (UCEM)



LIÇÃO 101

A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita.



1. Hoje continuaremos com o tema da felicidade. Essa é uma ideia-chave na compreensão do que significa a salvação. Tu ainda acreditas que a salvação pede sofrimento como penitência pelos teus “pecados”. Isso não é assim. No entanto, não podes deixar de pensar assim enquanto acreditas que o pecado é real e que o Filho de Deus pode pecar.

2. Se o pecado é real, então a punição é justa e não se pode escapar. Dessa forma, a salvação só pode ser comprada através do sofrimento. Se o pecado é real, a felicidade tem que ser uma ilusão, pois ambos não podem ser verdadeiros. Os pecadores só autorizam a morte e a dor, e é isso o que pedem. Pois sabem que isso espera por eles e os buscará e os achará em algum lugar, em algum momento, de alguma forma que saldará a dívida que têm para com Deus. No medo que sentem querem escapar de Deus. Mas mesmo assim, Deus os perseguirá e não podem escapar.

3. Se o pecado é real, a salvação tem que ser dor. A dor é o custo do pecado e não se pode nunca escapar do sofrimento, se o pecado é real. A salvação tem que ser temida, pois ela matará, porém, lentamente, privando-te de tudo antes de consentir em oferecer o privilégio bem-vindo da morte a vítimas que são pouco mais do que ossos antes da salvação ser aplacada. A sua ira é sem limites, sem misericórdia, mas totalmente justa.

4. Quem buscaria tão selvagem punição? Quem não fugiria da salvação e não tentaria de todas as maneiras abafar a Voz que a oferece? Por que alguém tentaria escutar e aceitar a Sua oferta? Se o pecado é real, a oferta da salvação é a morte, imposta de forma cruel à altura dos perversos desejos nos quais o pecado nasceu. Se o pecado é real, a salvação veio a ser o teu amargo inimigo, a maldição de Deus sobre ti que tem crucificado o Seu Filho.

5. Hoje precisas dos períodos de prática. Os exercícios ensinam que o pecado não é real, e tudo o que acreditas que não pode deixar de vir do pecado nunca acontecerá, pois não tem nenhuma causa. Aceita a Expiação com a mente aberta que não alimenta nenhuma crença remanescente de que tens feito um demônio do Filho de Deus. O pecado não existe. Hoje praticaremos esse pensamento com a maior frequência possível, pois é a base da ideia para o dia de hoje.

6. A Vontade de Deus para ti é a felicidade perfeita, porque o pecado não existe e o sofrimento não tem causa. A alegria é justa e a dor é apenas o sinal de que tens te compreendido equivocadamente. Não tenhas medo da Vontade de Deus. Mas volta-te para ela, confiante de que ela te libertará de todas as consequências que o pecado forjou na tua imaginação febril. Dize:

A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita. O pecado não existe, ele não tem consequências.

É assim que deves iniciar os teus períodos de prática e, em seguida, tentar achar mais uma vez a alegria que esses pensamentos introduzirão na tua mente.

7. Dá esses cinco minutos com contentamento a fim de remover a pesada carga que depositaste sobre ti mesmo com a crença insana de que o pecado é real. Hoje, escapa da loucura. Estás na estrada da liberdade, e agora a ideia de hoje te dá asas para que avances com maior velocidade e com esperança de ires ainda mais rápido em direção à meta da paz que te espera. Não existe nenhum pecado. Lembra-te disso hoje e dize a ti mesmo sempre que puderes:

A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita. Essa é a verdade porque o pecado não existe.


Assista abaixo a gravação da leitura feita pela Paulinha Oliveira ou ouça em nosso perfil no Spotify:




Se algo vibrar forte aí em seu coração, compartilha com a gente aqui nos comentários. Sua experiência pode contribuir muito com os estudos de toda a comunidade na Frequência do Amor! <3




#FrequênciadoAmor #LiçõesdoUCEM #UCEM #UmCursoemMilagres