top of page

Encontro do dia 13/09/20 - ​A paz é a saída



A paz é o estado de unidade com todos e com Deus.


-Tu não estás transtornado pela razão que imaginas, apenas justifica seus pensamentos atribuindo as pessoas e as situações o medo, a incompletude e a solidão que sente por acreditar estar separado de Deus.


- Ao se distrair no campo de batalha defende um sistema individual de pensamento e confirma ideias de sofrimento, sacrifício e solidão.


-O aprendizado é apenas entregar ao Espírito Santo toda a ideia de sofrimento e sacrifício e aceitar a paz que já é sua neste instante. Há sempre uma escolha onde investir a grandeza do SER: no amor ou no medo. O medo é voluntário.


A mente é dividida em três partes:


Medo - símbolo da mente equivocada (ego)


Amor- símbolo da mente sã (Espírito Santo)


Decisor- é a sua liberdade de escolha.


-A verdadeira empatia foca num lugar verdadeiro da mente para ajudar pessoas que se unem em Deus para buscar respostas aos equívocos da mente. São instantes santos que chamamos de milagres.


-Não há ordem de grandeza em milagres. Todos os assuntos vivenciados no mundo são investimentos no ego onde a percepção e a própria bagagem pessoal o torna mensurável. O Espírito Santo resolve todos os problemas da mesma maneira. Ele não tem maior dificuldade para resolver alguma situação mais do que outra, independente da forma que aparecer.


-Um problema pode surgir de várias formas e ao entregá-los ao Espírito Santo os equívocos são corrigidos na mente. Assim, todas as situações vivenciadas se tornam aprendizados para todos na única meta da relembrança do amor de Deus que somos.


-A paz não exige fazer, não exige falar, não exige pensar nem lutar para manter a vida perfeita como Deus criou.


-Dinâmica:


Leitura em grupos


T-27.IV.1


Lembrete do amor:


"Tudo é amor ou um pedido de amor."


"Nada poderia ser diferente do que é, se fosse seria."

Comentarios


bottom of page