top of page

Encontro - dia 30/01/2022 - "A lembrança de que não conhecemos, nada sabemos"


Check in: “Aqueles que lembram-se sempre de que nada conhecem, e que vieram a estar dispostos a aprender todas as coisas, irão aprendê-las. Mas sempre que confiarem em si mesmos, nada aprenderão.”


· Convite aos estudantes para olhar os rostinhos de cada um na tela e lembrar da união de todos em um único propósito;

· Oração de abertura para posicionamento da mente em quietude e confiança no processo gentil do aprendizado a cada instante;

· Apresentação de novos estudantes. Partilha da facilitadora do grupo, ressaltando a importância de sentir a confiança na perfeição de cada momento, seja no que parece ser entrada ou saída, e de levar o treino do grupo para as salas de aula do dia a dia. Lembrete do amor: Tudo é perfeito como é, se pudesse ser diferente, seria;

· Expressão de estudante sobre a sensação física de indisposição. Partilha da facilitadora do grupo, enfatizando a importância de se entregar ao treino por todos; auto responsabilidade de trazer a percepção para dentro da mente, sem preocupação de que os efeitos físicos deixem de ser percebidos, com a única meta de sentir paz;

· Expressão de estudante sobre sensação de vazio e falta, que indica o pensamento da incompletude (separação de Deus) e que no treino da mente do lugar de união, com interesses compartilhados, há lembrança a completeza do Amor de Deus. Partilha da facilitadora do grupo sobre a disposição e vigilância da percepção da falta e aceitação do que já está presente dentro;

· Expressão de estudante sobre experiência de oração para ser verdadeiramente útil no trabalho, para acolher a necessidade do irmão, sem preocupação com o tempo e cansaço; mas atento ao pensamento de querer agradar e controlar; expressão também de entrega de ideias sobre limitações do corpo; Partilha da facilitadora do grupo sobre o ensinamento do curso de que a única doença é da mente, que está habituada a julgamentos. Sem julgamento, não há ordem de dificuldade, tudo é o mesmo.

· Estudante e facilitadora compartilham a ideia da necessidade de rever constantemente as lições do aprendizado;

· Estudante compartilha forte e profunda experiência em sentir a presença do cuidado do Espírito Santo. Facilitadora do grupo frisa que o cuidado aparece de tantas formas, mas sempre com a disposição interna de querer sentir. Não é sobre o que está fazendo, mas o lugar da mente em que nos colocamos para estar disponível para experimentar o cuidado de Deus.

· Estudante compartilha o julgamento em ver a desistência do curso como falta de coragem e disposição para praticar o perdão, e a dificuldade de ver a benção de Deus por trás de tudo.

· Leitura de trecho do Livro Um Curso em Milagres: T 14.XI, parágrafos de 1 a 6. Facilitadora enfoca o apego da mente à percepção e a importância de abandonar a tentação de achar que sabe julgar alguma coisa, bem como do lugar de descanso advindo desse abandono. Ressalta a voluntariedade da entrega e a confiança de Jesus sobre essa vontade. Enfatiza que a nossa parte é reconhecer que não quer o julgamento pela perda de paz que ele traz, sem qualquer preocupação como o julgamento será substituído pelo aprendizado de Deus. Leitura complementar em grupos menores.

· Estudante compartilha experiência da certeza do espírito, onde tudo está bem, após entrega da divisão, do conflito e do julgamento da mente, estando disponível para paz. Com expressão de gratidão ao grupo e às aulas disponíveis na plataforma. Facilitadora ressalta a importância do lugar na mente de neutralidade sobre as situações externas.

· Estudante traz expressão sobre a importância do sair do controle e descansar em Deus.

· Informações sobre o retiro da frequência do amor.


Commentaires


bottom of page